Notícias

Imunidade de rebanho para controle da covid-19 é 'falácia', dizem cientistas

Um grupo de 80 pesquisadores alertaram nesta quarta-feira, 14, em carta à revista The Lancet, que abordagens sobre imunidade de rebanho para manejo da covid-19 é uma “falácia perigosa” ao permitir que a imunidade se desenvolva em populações de baixo risco enquanto se protege os mais vulneráveis. Segundo eles, essa estratégia “não tem apoio de evidência científica”. O alerta foi feito diante da segunda onda do novo coronavírus que atinge a Europa, com mais de um milhão de mortes em todo o mundo devido à doença.

No documento, os cientistas de universidades de diferentes países, como Reino Unido, Estados Unidos, Alemanha e Itália, e de distintos campos da saúde, apresentaram observações do consenso científico acerca da compreensão da covid-19, além das estratégias que precisam ser implementadas para proteger sociedades e economias. Eles afirmam que, na fase inicial da pandemia, muitos países instituíram lockdown para reduzir a disseminação do vírus, o que “foi essencial para diminuir a mortalidade, proteger os serviços de saúde de ficarem sobrecarregados e ganhar tempo para articular sistemas de resposta para suprimir a transmissão”.

Contudo, os pesquisadores reconhecem que a medida teve impactos na saúde física e mental das pessoas, bem como ameaçou a economia das nações, sendo pior naquelas que não conseguiram estabelecer um sistema de controle efetivo. “Isso, compreensivelmente, levou a desmoralização generalizada e diminuição da confiança. A chegada de um segunda onda e a compreensão dos desafios à frente levaram a um interesse renovado na chamada imunidade de rebanho, o que sugere permitir um grande surto não controlado na população de baixo risco enquanto se protege os vulneráveis”, afirmam, para em seguida dizerem que “essa é uma falácia perigosa não suportada por evidências científicas”.

Os cientistas justificam que qualquer estratégia de manejo de pandemia baseada na imunidade de infecções naturais da covid-19 é falha e que a transmissão não controlada em pessoas mais jovens representaria um risco significativo de mortalidade em toda a população. Eles destacam também que não há evidências de imunidade duradoura ao Sars-CoV-2 após a infecção e a transmissão endêmica, resultado da imunidade decrescente, “representaria um risco para as populações vulneráveis por um futuro indefinido.” Em vez de acabar com a pandemia, a medida resultaria em repetidas ondas de transmissão por muitos anos.

Também nesta quarta-feira, 14, organizações de saúde pública dos Estados Unidos se manifestaram contra a estratégia de usar a imunidade de rebanho para controlar a disseminação do novo coronavírus. A declaração foi uma resposta a um manifesto supostamente escrito por cientistas e não cientistas chamado Great Barrington. As instituições afirmam que as proposições não são baseadas na ciência, ignoram conhecimentos sólidos de saúde pública e “sacrificariam vidas aleatoriamente e desnecessariamente”. Além disso, consideram o manifesto como político, não estratégico.

“Combater a pandemia com bloqueios ou reabertura total não é uma escolha binária,. Precisamos adotar práticas de saúde pública de bom senso que permitam uma reabertura segura da economia e um retorno ao trabalho e aprendizagem presencial, ao mesmo tempo que usamos estratégias comprovadas para reduzir a propagação do vírus”, defendem. Em agosto, o diretor do programa de emergências da Organização Mundial da Saúde afirmou que a imunidade de rebanho não é a “salvação” da pandemia e que não se poderia viver na esperança disso.

Para os cientistas que escreveram a carta à The Lancet, é fundamental agir de forma decisiva e urgente. “Medidas eficazes para suprimir e controlar a transmissão precisam ser amplamente implementadas e devem ser apoiadas por programas financeiros e sociais que incentivem respostas da comunidade e abordem as desigualdades que foram ampliadas pela pandemia”, afirmam. Para eles, restrições contínuas provavelmente serão necessárias no curto prazo para evitar futuros lockdowns. “A proteção de nossas economias está intimamente ligada ao controle da covid-19. Devemos proteger nossa força de trabalho e evitar incertezas de longo prazo.”

Os autores concluem que as evidências são claras: “controlar a disseminação comunitária da covid-19 é a melhor maneira de proteger nossas sociedades e economias até que vacinas e terapias seguras e eficazes cheguem nos próximos meses. Não podemos permitir distrações que minem uma resposta eficaz”.

Fonte: Correio

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

You may also like

Leia MAis

Lilly ford escort Romantix los angeles, ca Oriental spa grand forks nd Backpage georgetown tx
Altoona pa hookers Greenville sc headhunters Local escort girls
Blackpages dallas Escort krypton
Mishawaka escorts Backpage miami male escorts Stage dolls new jersey
Bottoms up gentlemens club Putas en long island ny
Stateline arcade el paso 3109181090 Toronto erotic review
6125169009 Sex clubs in michigan Adult entertainment fort myers
Asian massage spa, fort lauderdale florida Arlington backpage tx
Call girls glen allen Massage happy ending in san jose
Couples adult novelties leominster, ma Eros minn Newtime massage Chico personals
Hilton new brunswick canada Rubmaps encino Seattle escort backpage
Www.pornhub.com mobile Phoenix incall massage Shemales in grand rapids
7 479 995 308 Gentlemen clubs in tampa
Find someone to fuck near me 3106929165 Black transexual pictures Swingers clubs in texas
Winston salem milf Richardson massage
Back page billings mt Saginaw michigan backpage Massage 49
Oklahoma city rub Salem,oregon backpage 7028450878
Topless cabaret Escorts in jacksonville, fl
Long island ny escort Club xtra ft.lauderdale
Tex mex gentlemens club 3102923793
Trany dating Sex massage xuhui 2019 Mexico scorts
Escort praxilla out of the shrine Paradise fountain syracuse ny Dominatrix girlfriend
Massage parlor in atlanta Best sexy ass
Gfe escort nnj Ford escort mark 2 Massage green utica
Escort at singapore price Seattle escort sites Live escorts tampa
Sexi tijuana com Chattanooga independent escort Backpage floresville tx
Bath house fort lauderdale fl Sex shop u street washington dc Swingers clubs reno nv Ebony tranny list
Club dallas bath house Strip clubs in hammond la
Greenville ms classifieds Brownsville texas escorts Asian massage green bay Backpage central
Ithaca backpages Asian massage springfield va Sex massage room
Prostate milking san diego Black page oc Dinah mite Backpage com south bend
Massage in brainerd mn 12" in asian pussy
Backpage fort lauderdale com Trannys in houston Craiglist clovis nm Gilroy massage
Canton backpage massage Adult search new orleans Lingerie concord Chicago exclusive escorts
Naughty asian massage Blonde bbw
Listcrawler myrtle beach Sensual massage wisconsin Escorts in waco tx
Mcdonalds keeaumoku Speacia Macau escort
Adult stores with glory holes Carmen ts Backpage freehold
Alligator alley 247 Sakura massage san diego Atlanta escort female
Pussy for girls Gay bath san antonio Seattle gay escort Malibu san antonio tx
Pocatello escorts New delhi strip club
Hilton san marcos tx Escorts in st pete fl 7796012298 Massage tri cities tn
Cityxguuide Barrie personals
Williamsburg va escorts 3007 s dairy ashford houston tx Wet n wild specials Nyc backpage massage
Escort dating services Cherry girl escorts Vanitymariexo Mnl courtesans
Escort reviews san jose Onebackpage
Renton wa escorts Craiglist bellingham Sex massage india 2019
Call girls wichita ks Juneau empire classified ads Chubby aunt sex massage
Fbsm houston Uu massage White pages denver metro
Gastonia classifieds Onlyfans ts
Sexy older japanese women Gay massage south florida
Tantra massage new york Backpage ts denver
Hot black escort northern Stateline showgirls post falls id
Hicksville massage Masajes san diego california
Big girls little pussy Women getting erotic massage
Llebar Idaho escort Www.columbusbackpage.com