Notícias

Defensoria enfrenta ela mesma no caso de trainees para negros do Magalu

O defensor público federal Jovino Bento Júnior, autor de ação civil pública contra o programa de trainee da rede Magazine Luiza exclusivo para pessoas negras, pediu afastamento do cargo após relatar ter sido ameaçado, mas o pedido foi negado.

Para o DGPF (Defensor Geral Público Federal), Gabriel Faria Oliveira, não há previsão legal para o afastamento do cargo. Apesar desse pedido ter sido negado, Oliveira encaminhou ofício solicitando proteção ao defensor à Superintendência da Polícia Federal no Distrito Federal.

Bento Júnior afirmou à DPU (Defensoria Pública da União) ter sido ameaçado em decorrência da proposição da ação. Em uma mensagem enviada a ele, afirma, um homem dizia que iria “descarregar duas pistolas na cabeça” do defensor.

A reportagem não conseguiu contato com Bento Júnior. Procurado via Defensoria, o órgão não retornou até a publicação da reportagem.
Nesta quarta (14), a Comissão de Prerrogativas da DPU divulgou um manifesto em solidariedade ao defensor, em “repúdio às ofensas, distorções, ameaças e discursos de ódio proferidos”.

Os três DPUs que assinam a nota defendem que o órgão é “tão heterogêneo quanto a nossa nação, cujo ponto de intersecção é a defesa dos pobres e vulneráveis”, e que a repressão a defensores pelo seus trabalho seria o mesmo que “calar a voz de parcela da sociedade”.

No processo contra o Magazine Luiza, Jovino Bento Júnior classificou o trainee exclusivo para candidatos negros um “marketing da lacração” e pediu a condenação da rede de lojas em R$ 10 milhões.

A ação contra o programa poderá ter um outro DPU se opondo ao autor do pedido -defensores atuarão contra e a favor, como antecipou a Folha de S.Paulo na terça (13).

Isso porque a defensora regional de direitos humanos da DPU no Distrito Federal, Larissa Amantea Pereira, pediu ingresso no processo na condição de amici curiae (termo em latim para “amigo da corte”), ou seja, entidade interessada no caso.

O pedido decorre de solicitação de representação pelo MNU (Movimento Negro Unido) e pela Educafro. O ingresso, porém, ainda depende de o juiz responsável pelo caso autorizar. A ação foi distribuída à 15ª vara do trabalho de Brasília.

Segundo a DPU, não há restrição legal para defensores atuarem em lados opostos no mesmo processo, uma vez que os membros têm independência funcional, e a instituição serve àqueles sem condições de arcar com as custas de um processo.

O defensor Jovino Bento Júnior afirma, na ação que apresentou, que programas como o da rede Magazine Luiza agravam a exclusão dos demais trabalhadores, especialmente em um momento de grave crise.

A decisão do defensor em contestar a legalidade do trainee da rede varejista gerou reações entre os colegas de instituição. A Anadef (Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais) divulgou nota defendendo a promoção de ações afirmativas como instrumentos para a prevalência de direitos e liberdades.

“A representatividade dos negros no mercado de trabalho ainda é baixa, inclusive em aspectos salariais e de acesso a postos de direção e administração de empresas, apesar de constituírem 55,8% da população brasileira, segundo dados do IBGE”, diz a associação, em nota.

A DPU também divulgou nota em que diz apoiar e incentivar medidas que proporcionem a redução de carências e vulnerabilidades da população. “Com o mesmo objetivo, a instituição defende, de forma intransigente, a independência funcional de seus membros.”

O trainee exclusivo para candidatos negros foi anunciado pelo Magazine Luiza em meados de setembro. Depois, a Bayer anunciou que adotaria iniciativa semelhante.

Em comunicado, a rede varejista diz que busca trazer diversidade racial aos cargos de liderança. A empresa tem em seu quadro de funcionários 53% de pretos e pardos, mas apenas 16% deles ocupam cargos de liderança.

No MPT (Ministério Público do Trabalho) em São Paulo, 14 denúncias apontando racismo na proposta do Magazine Luiza foram recebidas e rejeitadas. Em nota, a procuradoria regional disse que “para o MPT, o caso concreto não se trata de violação trabalhista, mas sim de uma ação afirmativa de reparação histórica.”

Outras instituições, como Anamatra (Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho) e Iara (Instituto de Advocacia Racial e Ambiental) divulgaram posicionamento favorável ao modelo do trainee. Essa último apresentou à Polícia Federal um pedido de instauração de inquérito contra o defensor federal autor da ação.

Fonte: O Tempo

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

You may also like

Leia MAis

Lilly ford escort Romantix los angeles, ca Oriental spa grand forks nd Backpage georgetown tx
Altoona pa hookers Greenville sc headhunters Local escort girls
Blackpages dallas Escort krypton
Mishawaka escorts Backpage miami male escorts Stage dolls new jersey
Bottoms up gentlemens club Putas en long island ny
Stateline arcade el paso 3109181090 Toronto erotic review
6125169009 Sex clubs in michigan Adult entertainment fort myers
Asian massage spa, fort lauderdale florida Arlington backpage tx
Call girls glen allen Massage happy ending in san jose
Couples adult novelties leominster, ma Eros minn Newtime massage Chico personals
Hilton new brunswick canada Rubmaps encino Seattle escort backpage
Www.pornhub.com mobile Phoenix incall massage Shemales in grand rapids
7 479 995 308 Gentlemen clubs in tampa
Find someone to fuck near me 3106929165 Black transexual pictures Swingers clubs in texas
Winston salem milf Richardson massage
Back page billings mt Saginaw michigan backpage Massage 49
Oklahoma city rub Salem,oregon backpage 7028450878
Topless cabaret Escorts in jacksonville, fl
Long island ny escort Club xtra ft.lauderdale
Tex mex gentlemens club 3102923793
Trany dating Sex massage xuhui 2019 Mexico scorts
Escort praxilla out of the shrine Paradise fountain syracuse ny Dominatrix girlfriend
Massage parlor in atlanta Best sexy ass
Gfe escort nnj Ford escort mark 2 Massage green utica
Escort at singapore price Seattle escort sites Live escorts tampa
Sexi tijuana com Chattanooga independent escort Backpage floresville tx
Bath house fort lauderdale fl Sex shop u street washington dc Swingers clubs reno nv Ebony tranny list
Club dallas bath house Strip clubs in hammond la
Greenville ms classifieds Brownsville texas escorts Asian massage green bay Backpage central
Ithaca backpages Asian massage springfield va Sex massage room
Prostate milking san diego Black page oc Dinah mite Backpage com south bend
Massage in brainerd mn 12" in asian pussy
Backpage fort lauderdale com Trannys in houston Craiglist clovis nm Gilroy massage
Canton backpage massage Adult search new orleans Lingerie concord Chicago exclusive escorts
Naughty asian massage Blonde bbw
Listcrawler myrtle beach Sensual massage wisconsin Escorts in waco tx
Mcdonalds keeaumoku Speacia Macau escort
Adult stores with glory holes Carmen ts Backpage freehold
Alligator alley 247 Sakura massage san diego Atlanta escort female
Pussy for girls Gay bath san antonio Seattle gay escort Malibu san antonio tx
Pocatello escorts New delhi strip club
Hilton san marcos tx Escorts in st pete fl 7796012298 Massage tri cities tn
Cityxguuide Barrie personals
Williamsburg va escorts 3007 s dairy ashford houston tx Wet n wild specials Nyc backpage massage
Escort dating services Cherry girl escorts Vanitymariexo Mnl courtesans
Escort reviews san jose Onebackpage
Renton wa escorts Craiglist bellingham Sex massage india 2019
Call girls wichita ks Juneau empire classified ads Chubby aunt sex massage
Fbsm houston Uu massage White pages denver metro
Gastonia classifieds Onlyfans ts
Sexy older japanese women Gay massage south florida
Tantra massage new york Backpage ts denver
Hot black escort northern Stateline showgirls post falls id
Hicksville massage Masajes san diego california
Big girls little pussy Women getting erotic massage
Llebar Idaho escort Www.columbusbackpage.com