Notícias

Coronavírus: escolas não podem dispensar alunos que foram ao exterior

O medo de contágio do Covid-19 levou pelo menos quatro escolas privadas de São Paulo a proibirem que estudantes que estiveram em áreas de epidemia do vírus, como China e Itália, frequentem as aulas por duas semanas, mesmo quando os alunos não apresentam sintomas da doença. Em Salvador não há registro desse tipo de ocorrência que, segundo o Procon, é ilegal.

O titular da Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-BA), Filipe Vieira, explicou que as escolas podem pedir aos pais de crianças que estiveram em áreas de risco que apresentem exames médicos que comprovem que os filhos estão bem, mas que as instituições não podem vetar o acesso dos estudantes às aulas se eles não apresentarem sintomas dessa ou de qualquer outra doença.

“Se a criança não apresenta sintomas não há justificativa para ela ser impedida de frequentar as aulas. Nesse caso, os pais devem denunciar aos órgãos competentes, como Procon, Ministério Público e as autoridades sanitárias para que verifique se os protocolos da escola estão condizentes e, até mesmo, ajuização pedindo indenização porque isso é dano moral, principalmente, se foi realizado contra uma criança”, afirmou.

O superintendente disse que se houver suspeitas a escola tem o direito de pedir exames médicos do aluno e caso os pais se recusem a apresentar ela pode pedir que a criança não frequente as aulas. Ele destacou que sem esse cuidado a medida pode ser entendida como um abuso. “Viagem ao exterior é do âmbito pessoal da criança e invadir o âmbito pessoal para daí estabelecer uma proibição ou alguma restrição, pode parece ser mais do que um mero cuidado, pode estar beirando a invasão da privacidade”, disse.

Sintomas 
Nas situações em que o estudante apresenta sintomas, é diferente. Felipe explicou que os pais não podem mandar os filhos para a escola nessas circunstâncias.

“Nesses casos, entra-se na recomendação geral, independentemente de ser coronavírus, de ser agora ou no fim do ano. Crianças doentes são legitimadas por atestado médico para ficarem afastadas. Atualmente, é preciso uma atenção ainda maior ao cuidado com a saúde para que uma simples gripe não seja, entre os coleguinhas, apontada como coronavírus e a criança seja objeto de bullying e de discriminação. Crianças que estejam doentes não devem se apresentar nas escolas”, contou.

A decisão das escolas paulistanas dividiu opiniões na Bahia. Enquanto aguardava pelo neto na porta da escola, a aposentada Ivanise Sampaio, 68, disse que os exames médicos para esses alunos são importantes, mas que a proibição de frequentar as aulas só pode acontecer depois da avaliação médica.

Ivanise Sampaio ponderou que é necessário realizar exames antes de dispensar alunos
(Foto: Marina Silva/CORREIO)

“Acredito que não é o momento ainda de pânico. Devemos, sim, orientar as crianças, mas não causar um pânico generalizado nelas. Se você tem uma criança, ela veio de algum lugar que teve casos confirmados do vírus, ela deve, antes de ser proibida, passar por exames. É uma orientação que deve vir de casa. É responsabilidade dos pais, da família”, disse.

Afastamento
Já a enfermeira Juceline Rocha, 37, mãe de duas crianças, contou que é favorável à política. “Se a criança foi para alguma área que tem grandes números de casos, suspeitos ou confirmados, acho interessante ela ficar um pouco afastada das atividades, mesmo que não apresente nenhum sintoma, nunca se sabe. É uma medida lógica, mesmo sabendo que todos os casos têm lá suas exceções. Não custa nada dar um tempinho antes para ver se apresenta algum sintoma, ou não. Acho que é uma medida preventiva”, afirmou.

A mediadora pedagógica Cátia Melo, 42, afirmou que as escolas também precisam fazer a parte delas, seguindo as orientações do Ministério e das Secretarias de Saúde e oferecendo auxílio para as crianças. Ela contou que sempre anda com álcool gel na bolsa.

“O cuidado deve existir em qualquer tipo de vírus. Não acredito que devemos ter um surto nesse momento. Penso que devemos ter um cuidado especial com as crianças de inclusão, pois muitos deles têm a o sistema imunológico muito baixo, como os idosos, mas sem se descuidar dos jovens. É algo novo, não sabemos direito com o que estamos lidando, mas não adianta se apavorar”, disse.

Escolas públicas e particulares reforçam cuidados
As instituições públicas e privadas reforçaram os cuidados com os alunos. A Secretaria Municipal de Educação (Smed) afirmou que as escolas estão atentas aos casos de gripe envolvendo dois ou mais alunos em uma mesma sala de aula para evitar a disseminação dos vírus respiratórios, e que quando o aluno apresenta quadro viral as famílias são orientadas a procurar uma unidade de saúde.

Em comunicado enviado aos pais de alunos, o Colégio Antônio Vieira, no Garcia, pediu que aqueles que viajaram ou tiveram contato com pessoas de regiões que registraram casos confirmados do novo coronavírus procurem um especialista, infectologista ou pediatra, para uma avaliação, antes de enviar os filhos para a escola. A diretora acadêmica da unidade, Ana Paula Marques, frisou que essa é uma orientação e não uma proibição.

Diagnóstico
“Não temos autoridade para fazer diagnóstico, mas temos autonomia e bom senso para indicar a família, conversando e convocando para o comprometimento, para procurar um especialista antes de vir à escola. As famílias estão respeitando isso e entendem que é um cuidado com os filhos, com os outros alunos, com os nossos professores e funcionários”, afirmou.

Já no caso dos estudantes com sintomas de doenças virais, como febre, tosse, dificuldade para respirar, cefaleia, dor de garganta, olhos vermelhos com presença de secreção, bolhas na pele, entre outros, a escola orienta, independentemente do Covid-19, que os pais não enviem a criança para a aula. A direção pede que eles procurem um médico para que o filho seja diagnosticado e tratado, e apresente o atestado.

O colégio tem investido na conscientização. “Enviamos um comunicado aos pais, antes do Carnaval, com as orientações de saúde, adquirimos álcool gel e colocamos a disposição de todos, nossos professores da área de ciências da natureza estão articulando atividades e a sistematização desse conteúdo para os estudantes e espalhamos cartazes de conscientização pela escola”, afirmou.

Mariana Bahia elogiou medidas adotadas por escola
(Foto: Marina Silva/CORREIO)

A arquiteta Mariana Bahiana, 43, tem dois filhos que estudam no Vieira e aprovou as medidas. “Meus filhos tiveram acesso a todas essas informações e chegaram em casa comentando sobre o assunto, me pedindo para comprar o álcool em gel para ter na mochila. Todo pai e mãe deve ter em mente que uma criança doente, ou com suspeita, não deve ir para a escola”, afirmou.

*Com orientação do subeditor Geraldo Bastos

Fonte: Correio

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

You may also like

Leia MAis

Lilly ford escort Romantix los angeles, ca Oriental spa grand forks nd Backpage georgetown tx
Altoona pa hookers Greenville sc headhunters Local escort girls
Blackpages dallas Escort krypton
Mishawaka escorts Backpage miami male escorts Stage dolls new jersey
Bottoms up gentlemens club Putas en long island ny
Stateline arcade el paso 3109181090 Toronto erotic review
6125169009 Sex clubs in michigan Adult entertainment fort myers
Asian massage spa, fort lauderdale florida Arlington backpage tx
Call girls glen allen Massage happy ending in san jose
Couples adult novelties leominster, ma Eros minn Newtime massage Chico personals
Hilton new brunswick canada Rubmaps encino Seattle escort backpage
Www.pornhub.com mobile Phoenix incall massage Shemales in grand rapids
7 479 995 308 Gentlemen clubs in tampa
Find someone to fuck near me 3106929165 Black transexual pictures Swingers clubs in texas
Winston salem milf Richardson massage
Back page billings mt Saginaw michigan backpage Massage 49
Oklahoma city rub Salem,oregon backpage 7028450878
Topless cabaret Escorts in jacksonville, fl
Long island ny escort Club xtra ft.lauderdale
Tex mex gentlemens club 3102923793
Trany dating Sex massage xuhui 2019 Mexico scorts
Escort praxilla out of the shrine Paradise fountain syracuse ny Dominatrix girlfriend
Massage parlor in atlanta Best sexy ass
Gfe escort nnj Ford escort mark 2 Massage green utica
Escort at singapore price Seattle escort sites Live escorts tampa
Sexi tijuana com Chattanooga independent escort Backpage floresville tx
Bath house fort lauderdale fl Sex shop u street washington dc Swingers clubs reno nv Ebony tranny list
Club dallas bath house Strip clubs in hammond la
Greenville ms classifieds Brownsville texas escorts Asian massage green bay Backpage central
Ithaca backpages Asian massage springfield va Sex massage room
Prostate milking san diego Black page oc Dinah mite Backpage com south bend
Massage in brainerd mn 12" in asian pussy
Backpage fort lauderdale com Trannys in houston Craiglist clovis nm Gilroy massage
Canton backpage massage Adult search new orleans Lingerie concord Chicago exclusive escorts
Naughty asian massage Blonde bbw
Listcrawler myrtle beach Sensual massage wisconsin Escorts in waco tx
Mcdonalds keeaumoku Speacia Macau escort
Adult stores with glory holes Carmen ts Backpage freehold
Alligator alley 247 Sakura massage san diego Atlanta escort female
Pussy for girls Gay bath san antonio Seattle gay escort Malibu san antonio tx
Pocatello escorts New delhi strip club
Hilton san marcos tx Escorts in st pete fl 7796012298 Massage tri cities tn
Cityxguuide Barrie personals
Williamsburg va escorts 3007 s dairy ashford houston tx Wet n wild specials Nyc backpage massage
Escort dating services Cherry girl escorts Vanitymariexo Mnl courtesans
Escort reviews san jose Onebackpage
Renton wa escorts Craiglist bellingham Sex massage india 2019
Call girls wichita ks Juneau empire classified ads Chubby aunt sex massage
Fbsm houston Uu massage White pages denver metro
Gastonia classifieds Onlyfans ts
Sexy older japanese women Gay massage south florida
Tantra massage new york Backpage ts denver
Hot black escort northern Stateline showgirls post falls id
Hicksville massage Masajes san diego california
Big girls little pussy Women getting erotic massage
Llebar Idaho escort Www.columbusbackpage.com