Notícias

Menina de quatro anos é resgatada após ficar cinco dias na floresta no Pará

Uma menina de quatro anos que passou por um teste real de sobrevivência no início deste ano. Ana Vitória Soares ficou cinco dias perdida na floresta amazônica, na fronteira entre Pará e Amapá. 

A garota manteve-se viva porque conseguiu comer frutas ácidas (buriti e taperebá) colhidas no chão e se hidratar com água dos igarapés. As buscas persistiram nos cinco dias em que ela esteve desaparecida. Bombeiros do Amapá e ribeirinhos se mobilizaram na tarefa assim que a irmã, que brincava com Ana Vitória, avisou que não achava a garota, em 29 de dezembro.

Resgatada, parentes e vizinhos fizeram orações de agradecimento, enquanto a garota tomava mamadeira na rede, com olhar assustado. Ela ficou três dias internada em um hospital para se recuperar das lesões no pé e da desidratação.

Ana Vitória mora com os pais e os oito irmãos em uma comunidade ribeirinha do município de Afuá no Pará. O local é afastado -o acesso mais fácil ao meio urbano é uma viagem de 1h de voadeira, lancha de pequeno porte, até a cidade de Santana, no estado do Amapá.

A sobrevivência da menina impressionou equipes de resgate, pelo risco de ataques de animais selvagens, falta de alimentos e água e pelo desgaste psicológico. 

“Ela foi guerreira. Qualquer adulto que não tenha conhecimento de mata, se passar cinco dias perdido, não sei se ia resistir. Muita coisa poderia ter ocorrido com uma criança de quatro anos no meio da floresta. Em relação a animais, ali, o maior risco era ataque de cobras. Mas poderia ter atraído outros animais”, disse o major Orielson Ferreira Pantoja Campos, que comandou o grupamento deslocado para o resgate.

Pelo relato da prima de Ana, Erika Silva, 36, a menina foi vista pela última vez brincando com a irmã de dez anos no quintal da casa, próximo à área de floresta, quando sumiu. 

Após passarem horas a procurando sem resultado, um familiar foi de voadeira até Santana pedir ajuda para os bombeiros.

Começávamos às 8h e terminávamos às 18h. Com o passar do tempo, a gente sabia que a probabilidade de encontrá-la com vida era muito pequena. É uma criança de só quatro anos. Não podemos dizer isso assim aos familiares, em nenhum caso. A gente faz a nossa parte. Mas não tínhamos muita esperança de encontrá-la com vida”, disse o major. 

Mergulhadores dos bombeiros fizeram pente fino no igarapé e não encontraram sinal do corpo da menina. Passaram, então, a concentrar as buscas na floresta. A esperança diminuiu ao fim dos dias. Em certo momento das buscas, pensou-se que a menina tinha morrido afogada –até caixão foi comprado para Ana Vitória. 

No penúltimo dia de buscas, Rosa Soares, a mãe, resolveu entrar no mato em busca da menina. Já era quase 17h quando ela voltou para casa dizendo que tinha encontrado rastros da criança pelo chão na floresta. 

Então, com lanternas, facões e botas, parte dos vizinhos foi à floresta. Mas nada encontraram e voltaram pra casa. No último dia, 2 de janeiro, após nova busca de bombeiros e ribeirinhos, a criança foi encontrada por um dos primos de Ana Vitória.

“Era muita gente na mata, no outro dia. Meu irmão foi de Santana ajudar. Os vizinhos também. Quem ficou em casa, ficou orando. Os crentes ficaram orando, na sala. Meu irmão, quando se afastou do grupo maior foi orando também. Até que achou a Ana. E gritou para chamar os outros. Ela, quando foi achada, perguntava pelo pai e estava com muita fome. E os pés dela bem machucados”, disse Érika.

Os bombeiros se assustaram com a boa condição física da garota. “Impressionante como estava bem. Nenhuma hemorragia. Os pezinhos muito machucados, com espinhos. E ela já não estava mais andando na floresta. Estava sentada num tronco de árvore. Se demorasse mais tempo, um ou dois dias, aí poderia ser diferente porque ela ia parar de se alimentar e beber água.”

Ana Vitória passou três dias internada no hospital público de Santana. A equipe dos bombeiros ainda fez campanha de doações de alimentos que foi levada para a família da menina.

“Foi um milagre tão grande. Ela está bem, em casa. Agora, a mãe não deixa mais ela sair sozinha para o quintal”, contou a prima.

Resgates nos estados amazônicos costumam mobilizar equipes de salvamento. No Amazonas, por exemplo, segundo os bombeiros, em 2019, foram registrados 25 resgates de pessoas que se perderam na selva. Nem todos com vida. Já houve resgatados ainda vivos que já vagavam na mata por 15 dias.

Fonte: O Tempo

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

You may also like

Leia MAis

Lilly ford escort Romantix los angeles, ca Oriental spa grand forks nd Backpage georgetown tx
Altoona pa hookers Greenville sc headhunters Local escort girls
Blackpages dallas Escort krypton
Mishawaka escorts Backpage miami male escorts Stage dolls new jersey
Bottoms up gentlemens club Putas en long island ny
Stateline arcade el paso 3109181090 Toronto erotic review
6125169009 Sex clubs in michigan Adult entertainment fort myers
Asian massage spa, fort lauderdale florida Arlington backpage tx
Call girls glen allen Massage happy ending in san jose
Couples adult novelties leominster, ma Eros minn Newtime massage Chico personals
Hilton new brunswick canada Rubmaps encino Seattle escort backpage
Www.pornhub.com mobile Phoenix incall massage Shemales in grand rapids
7 479 995 308 Gentlemen clubs in tampa
Find someone to fuck near me 3106929165 Black transexual pictures Swingers clubs in texas
Winston salem milf Richardson massage
Back page billings mt Saginaw michigan backpage Massage 49
Oklahoma city rub Salem,oregon backpage 7028450878
Topless cabaret Escorts in jacksonville, fl
Long island ny escort Club xtra ft.lauderdale
Tex mex gentlemens club 3102923793
Trany dating Sex massage xuhui 2019 Mexico scorts
Escort praxilla out of the shrine Paradise fountain syracuse ny Dominatrix girlfriend
Massage parlor in atlanta Best sexy ass
Gfe escort nnj Ford escort mark 2 Massage green utica
Escort at singapore price Seattle escort sites Live escorts tampa
Sexi tijuana com Chattanooga independent escort Backpage floresville tx
Bath house fort lauderdale fl Sex shop u street washington dc Swingers clubs reno nv Ebony tranny list
Club dallas bath house Strip clubs in hammond la
Greenville ms classifieds Brownsville texas escorts Asian massage green bay Backpage central
Ithaca backpages Asian massage springfield va Sex massage room
Prostate milking san diego Black page oc Dinah mite Backpage com south bend
Massage in brainerd mn 12" in asian pussy
Backpage fort lauderdale com Trannys in houston Craiglist clovis nm Gilroy massage
Canton backpage massage Adult search new orleans Lingerie concord Chicago exclusive escorts
Naughty asian massage Blonde bbw
Listcrawler myrtle beach Sensual massage wisconsin Escorts in waco tx
Mcdonalds keeaumoku Speacia Macau escort
Adult stores with glory holes Carmen ts Backpage freehold
Alligator alley 247 Sakura massage san diego Atlanta escort female
Pussy for girls Gay bath san antonio Seattle gay escort Malibu san antonio tx
Pocatello escorts New delhi strip club
Hilton san marcos tx Escorts in st pete fl 7796012298 Massage tri cities tn
Cityxguuide Barrie personals
Williamsburg va escorts 3007 s dairy ashford houston tx Wet n wild specials Nyc backpage massage
Escort dating services Cherry girl escorts Vanitymariexo Mnl courtesans
Escort reviews san jose Onebackpage
Renton wa escorts Craiglist bellingham Sex massage india 2019
Call girls wichita ks Juneau empire classified ads Chubby aunt sex massage
Fbsm houston Uu massage White pages denver metro
Gastonia classifieds Onlyfans ts
Sexy older japanese women Gay massage south florida
Tantra massage new york Backpage ts denver
Hot black escort northern Stateline showgirls post falls id
Hicksville massage Masajes san diego california
Big girls little pussy Women getting erotic massage
Llebar Idaho escort Www.columbusbackpage.com