Expectativa. Carrasco do Palmeiras muito perto do São Paulo

Benedetto comemorando gol contra o Palmeiras. Semifinal Libertadores de 2018
Reprodução/Instagram Benedetto

São Paulo, Brasil

A rodada de ontem da Libertadores foi perfeita para a diretoria do São Paulo.

Não só porque o time venceu de forma surpreendente e com ótimo futebol o Racing, por 3 a 1, em plena Avellaneda. E se classificou para as quartas-de-final da Libertadores.

Porque também o Boca Juniors perdeu nos pênaltis para o Atlético Mineiro.

O motivo da felicidade está em Benedetto.

O atacante argentino de 31 anos, que está fora dos planos de Jorge Sampaoli no Olympique de Marseille, foi a saída encontrada para o atacante de área que Hernán Crespo tanto implora, desde janeiro, quando foi contratado.

O presidente Julio Casares insistiu até o quanto pôde por Calleri. Mas o grupo de empresários, dono dos direitos do jogador, não aceitou a negociação que o São Paulo propôs. Comprar o atacante e só pagar em 2022. Insistiu, mas até o jogador ficou reticente. Não gostou da negociação. Porque se o atleta não fosse bem, o medo era que o clube paulista recuasse e não o comprasse.

Daí surgiu a possibilidade de investir em Benedetto. 

O atacante foi vendido pelo Boca Juniors ao Olympique de Marselha por 16 milhões de euros, cerca de R$ 98 milhões, em 2019. E foi muito mal. Em 37 partidas, só marcou cinco gols. O treinador argentino Jorge Sampaoli não conta mais com o jogador. Prefere colocar em campo o polonês Arkadiusz Milik. 

O Olympique quer negociá-lo. Mas não há ofertas de compras.

Há duas de empréstimo.

A do Boca Junios e do São Paulo.

Mas com a derrota para o Atlético Mineiro, o Boca perdeu seu grande objetivo em 2021, a Libertadores. E o clube não vive grande momento financeiro para investir alto. O salário do jogador é próximo de R$ 2 milhões.

O São Paulo, mesmo devendo mais de R$ 600 milhões, está disposto a investir para ter o jogador. Por empréstimo. Não pagando o salário integral. Ou Benedetto aceita diminuir seu salário ou o Olympique segue bancando pelo menos 50%.

A negociação está acontecendo.

Mas há chance de ser fechada, desde que com a mudança do percentual que o São Paulo está disposto a pagar ao jogador.

Benedetto ganhou fama no Brasil e no Morumbi, ao se transformar no ‘carrasco’ do Palmeiras. Em 2018, ele marcou três gols nos dois jogos semifinais da Libertadores, pelo Boca Juniors.

O próprio Palmeiras usou esse marketing. Comprou Borja, o ‘carrasco’ do São Paulo. O atacante marcou quatro gols, dois em cada partida, contra o rival tricolor, na Libertadores de 2016. Gastou mais de R$ 70 milhões e o retorno foi fraquíssimo, diante da expectativa.

Mas a diretoria do São Paulo e Crespo, que também foi atacante de área, estão esperançosos em relação a Benedetto.

A resposta deverá chegar ’em breve’.

‘Muito breve.’

A garantia é de pessoa da própria direção do São Paulo…

Fonte: Esportes R7

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo