Brasil usa bandeira no lugar do escudo da CBF em Tóquio; entenda

As jogadoras Andressinha, Leticia, Bia Zaneratto e Julia
Sam Robles/CBF/Divulgação

Na Olimpíada de Tóquio 2020 mais uma vez as seleções feminina e masculina de futebol do Brasil irão a campo com um uniforme um pouquinho diferente ao que o torcedor está habituado. Em vez do tradicional escudo da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), a camisa amarela terá um logo estilizado com a bandeira do Brasil.

Isso acontece porque as regras do COI (Comitê Olímpico Internacional) permite apenas que os países utilizem a bandeira e um símbolo do fornecedor de material esportivo (no caso do futebol brasileiro, a Nike).

Neymar na final do futebol da Olimpíada Rio 2016, com o uniforme olímpico

Neymar na final do futebol da Olimpíada Rio 2016, com o uniforme olímpico
Ministério do Esporte/Fotos Públicas

O escudo que o Brasil estará usando na Olimpíada para os torneios de futebol não é exatamente igual ao do “Time Brasil” do COB (Comitê Olímpico Brasileiro). O escuto tem apenas a bandeira do Brasil, enquanto que nas demais modalidades, os atletas vão usar uniformes com a inscrição “Brasil” sobre a bandeira e os anéis olímpicos embaixo.

O escudo da CBF foi usado pela seleção brasileira pela primeira vez nos Jogos Olímpicos de Atlanta 1996. Também foi usado na Olimpíada de Sydney 2000 e Atenas 2004 (seleção feminina). Nos Jogos de Pequim 2008, a regra mudou. O Brasil jogou a primeira rodada com o escudo da CBF no peito mas, a partir do segundo jogo, teve de usar uma camisa sem o símbolo da confederação. A partir de Londres 2012, o futebol olímpico passou a adotar a bandeira do Brasil como símbolo. 

Fonte: Esportes R7

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo