Gabigol marca três e Bahia é goleado pelo Flamengo em Pituaçu

O Bahia deu um vexame histórico no Campeonato Brasileiro. Foi goleado pelo Flamengo por 5×0, na noite deste domingo (18), em Pituaçu. Foi a segunda derrota seguida na competição.

Mesmo em casa, o Esquadrão foi totalmente dominado e viu Gabigol marcar três vezes, duas no primeiro tempo e uma no segundo. Também na segunda etapa, Pedro e Vitinho saíram do banco de reservas e completaram a goleada do time rubro-negro.

O resultado fez o Bahia ser ultrapassado pelo próprio Flamengo, que chegou aos 18 pontos e alcançou a sexta colocação. O tricolor agora é o oitavo, com 17. O próximo compromisso do Esquadrão na Série A será no domingo (25), quando visita o Atlético-MG, às 11h, no Mineirão.

BAHIA SÓ ASSISTIU
Diante de um Flamengo que praticamente colocou força máxima em Pituaçu, o Bahia foi a campo com uma escalação modificada por causa de suspensões e das saídas de Thaciano e Juninho, negociados. Na defesa, Germán Conti voltou após lesão e teve a companhia de Ligger. Já no meio, Galdezani e Thonny Anderson ganharam chance entre os titulares ao lado de Patrick.

Quando a bola rolou, o que se viu foi um primeiro tempo de puro domínio do Flamengo. O rubro-negro criou duas boas chances antes dos 5 minutos de jogo. Gabigol foi flagrado em impedimento e Michael desperdiçou a oportunidade.

Marcando com linhas baixas, o Bahia tentava roubar a bola para encaixar o contra-ataque, mas não ameaçava o gol de Diego Alves. Em uma rara escapada pela direita, Gilberto cruzou para Rossi, e o goleiro flamenguista chegou primeiro na bola. Em um lance em que conseguiu roubar a bola no meio-campo, Galdezani não acelerou a jogada e segurou a jogada para a passagem de Rossi pela esquerda. O cruzamento do atacante não chegou ao centroavante Gilberto.

Aos 22 minutos a situação se complicou para o tricolor, pois o que era pressão se transformou em gol. Nino Paraíba iniciou a falta em Arrascaeta fora da área e terminou dentro. Pênalti que Gabigol cobrou e abriu o placar para o Flamengo.

O time visitante parecia estar em casa, de tão confortável na partida. Everton Ribeiro teve duas boas chances, mas foi desarmado dentro da área. Aos 35 minutos Diego recebeu completamente livre na marca do pênalti e Matheus Teixeira fez um milagre.

A vantagem de um gol não estava condizente com a diferença de atuação das duas equipes. Aos 40 minutos, Arrascaeta deu passe para Isla nas costas de Matheus Bahia. O chileno cruzou rasteiro, Gabigol se antecipou a Conti e deu um toque para anotar o segundo.

VIROU GOLEADA
O Esquadrão voltou do intervalo com Juninho Capixaba no lugar de Matheus Bahia e com a postura mais ofensiva. Em busca de uma reação, o tricolor ficou perto do gol com Gilberto, que chutou para fora, e com Matheus Galdezani, que acertou o travessão de Diego Alves.

A tentativa de se lançar ao ataque abriu espaços para o Flamengo. Gabigol escapou livre em contra-ataque e, de cara Com Matheus Teixeira, tentou colocar no canto. Outra grande defesa do goleiro tricolor.

Dado decidiu colocar velocidade no time e trocou Thonny Anderson por Maycon Douglas. Mas foi o Flamengo quem voltou a marcar. Aos 16 minutos, Everton Ribeiro teve liberdade para carregar e tocar para Gabigol. Ligger deu o bote errado na marcação e o atacante ficou sozinho e fuzilou as redes de Matheus Teixeira: 3×0.

Completamente dominado, o Bahia a essa altura não conseguia atacar – nem marcar. O quarto gol, que parecia questão de tempo, saiu quando Vitinho cruzou da esquerda e Pedro surgiu sozinho entre Ligger e Juninho Capixaba e escorou aos 28 minutos.

O de honra poderia ter saído quando Willian Arão não conseguiu dominar a bola dentro da área, só que Edson não aproveitou a bobeira. Para piorar, aos 38 minutos Vitinho recebeu de Arrascaeta e se esticou para mandar no canto, fazendo o quinto do Flamengo e fechando o vexame tricolor em casa.

FICHA TÉCNICA
Bahia 0x5 Flamengo – Campeonato Brasileiro (12ª rodada)

Bahia: Matheus Teixeira, Nino Paraíba, Conti, Ligger e Matheus Bahia (Capixaba); Patrick (Edson), Matheus Galdezani (Lucas Araújo) e Thonny Anderson (Maycon Douglas); Rossi, Rodriguinho (Pablo) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

Flamengo: Diego Alves, Isla (Rodinei), Gustavo Henrique, Léo Pereira e Filipe Luís (Renê); William Arão e Diego(João Gomes); Arrascaeta, Michael (Vitinho) e Everton Ribeiro; Gabigol (Pedro). Técnico: Renato Gaúcho.

Estádio: Pituaçu
Gols: Gabigol, aos 22 e aos 40 minutos do 1º tempo, e aos 16 minutos do 2º tempo, Pedro, aos 26 minutos, e Vitinho aos 38
Cartão amarelo: Matheus Bahia, Capixaba, Gilberto (Bahia); Diego (Flamengo)
Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio, auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires (trio de Goiás).

Fonte: Correio

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo